Adelino Follador cobra agilidade nos processos do aterro na ponte da BR-421 e nova ponte na RO-459

Adelino Follador cobra agilidade nos processos do aterro na ponte da BR-421 e nova ponte na RO-459

Nesta quarta feira (12) o deputado estadual Adelino Follador (DEM) esteve no Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), em Porto Velho, conversando com os engenheiros do órgão e cobrando agilidade nas obras de aterro das cabeceiras da ponte na BR-421 e sobre o projeto da ponte na RO-459, que já foi entregue pela empresa contratada. 

Segundo o parlamentar, ficou definido que na quarta e quinta-feiras da próxima semana, uma equipe do DER estará nos locais, fazendo as devidas revisões, para que seja resolvida as possíveis pendências, e assim agilizar as licitações. 

“Sabemos que a partir de abril diminui o volume das chuvas e esperamos que seja possível o início destas duas tão importantes obras, para por fim aos problemas de travessia nestes locais, o Estado não pode deixar que a burocracia provoque ainda mais lentidão nestes processos, os agentes envolvidos devem ser ágeis nos trâmites, sabendo que o povo está sofrendo e ansioso por uma solução definitiva”, concluiu Follador.

Fonte: Assessoria
Publicada em 13 de fevereiro de 2020 às 18:13

 

Leia Também

Léo Moraes lidera com larga vantagem intenções de voto para prefeito de Porto Velho

Cerca de 14,05% dos entrevistados disseram que não votaria em nenhum dos candidatos estimulados na pesquisa, ou anularia o voto

Prefeitura de Cacoal disponibiliza kit de medicamentos para pacientes com Covid- 19

Com apenas seis mortes registradas pela doença desde ó início da pandemia e, hoje com apenas quatro pacientes internados

Marcelo Reis dá parecer favorável para  criação de crédito a empreendedores  de pequeno porte em Porto Velho

Empréstimo é sem juros nenhum e empreendedor terá 1 ano de carência para pagar primeira parcela

Assembleia destrava pauta para votar Projeto Lei que garante descontos retroativos em instituições de ensino

A proposta trata dos descontos em instituições de ensino que tiveram suas aulas presenciais suspensas.

Envie seu Comentário