Abuso sexual: funcionária da ONU que denunciou chefe é demitida

Abuso sexual: funcionária da ONU que denunciou chefe é demitida

Martina Brostrom, conselheira de políticas do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) foi demitida na última sexta-feira (13/12/2019) aproximadamente um ano após acusar publicamente seu superior, o brasileiro Luiz Loures, de abuso sexual. “Isso é o que a ONU faz com as mulheres que denunciam seus agressores sexuais”, afirmou Martina à CNN. São informações do jornal O Dia.

Martina havia acusado Loures, o diretor-executivo adjunto da Unaids, braço da ONU, de tocá-la e tentar beijá-la à força em uma viagem de trabalho à Tailândia, em 2015. Ela contou que outros superiores dela tentaram convencê-la de não realizar a denúncia. Outras duas mulheres também alegam ter sido abusadas por Loures.

“Eu fui empurrada contra a parede. Ele então começou a enfiar a língua na minha boca, tentando me beijar. E ficou apalpando meu corpo, incluindo meus seios. Quando a porta do elevador se abriu, ele tentou me puxar para fora do elevador, me arrastar para o corredor de seu quarto”, relatou a mulher.

Represália
Loures nega as denúncias de abuso sexual. Uma investigação da ONU o isentou de irregularidades. Após isso, Martina relatou o ocorrido à veículos de imprensa, o que fez com que o caso fosse reaberto.

A funcionária acredita que sua demissão tenha ocorrido em represália à sua denúncia. No entanto, a porta-voz da ONU, Sophie Barton-Knott, afirmou que “quaisquer alegações de retaliação são infundadas e enganosas”.

Em nota, a Unaids afirma que “dois funcionários foram demitidos da Unaids depois que uma investigação independente provou, acima de qualquer dúvida, que eles usaram indevidamente fundos e recursos corporativos da Unaids e se envolveram em outra má conduta, incluindo má conduta sexual”. Contudo, não divulgam se Martina seria um dos funcionários da ONU demitidos.

 

Fonte: Metrópoles
Publicada em 21 de dezembro de 2019 às 10:54

 

Leia Também

Rondônia: 25.067 casos de Coronavírus com 585 mortes; curados somam 14.391

Para informações sobre internados por unidades de saúde e municípios, assim como os demais detalhes, acesse o Painel Interativo da Covid-19 em Rondônia, através do endereço: covid19.sesau.ro.gov.br.

Justiça suspende licitação do transporte coletivo em Porto Velho

O Município informou que vai recorrer da decisão.

Governo anuncia reclassificação de 20 municípios nas fases no plano de ação em RO

Confira o que pode ou não abrir nas quatro fases de distanciamento social.

CPI da Energisa retorna através de videoconferência e relatório final caminha para exclusão da empresa

A apuração dos abusos contra os consumidores foi paralisada em razão do novo Coronavírus

Envie seu Comentário