Vinícius Miguel afirma que não utilizou verba partidária para promoção pessoal após eleições de 2018

Vinícius Miguel afirma que não utilizou verba partidária para promoção pessoal após eleições de 2018

Durante os últimos dois anos Vinícius Miguel não utilizou nenhum real da verba do fundo partidário para contratar publicidade e fazer promoção pessoal.

Em seu primeiro pleito nas eleições em 2018, quando concorreu ao governo do Estado, Vinícius Miguel surpreendeu Rondônia com suas propostas, discurso seguro, competência e qualificações, tanto que o jovem candidato contabilizou mais 110 mil votos, cerca de 70 mil só na Capital, sendo o quarto candidato mais votado no primeiro turno.

Após as eleições, retornou às atividades e continuou sua rotina de advogado, servidor público e cidadão. “Eu não ‘desapareci’ após as eleições de 2018. Mas sou um cidadão como qualquer outro, preciso trabalhar e cumprir minhas obrigações”, explicou.

No âmbito público, Vinícius Miguel também seguiu atuante, buscando o benefício coletivo e atuando em dezenas de pedidos de informações, denúncias e representações aos Ministérios Públicos Estadual (MPE), de Contas (MPC), Federal (MPF), do Trabalho (MPT) e Tribunais de Conta do Estado de Rondônia (TCE-RO) e da União (TCU). “Mesmo exercendo o triplo papel de advogado, professor universitário e cidadão, não me escondi ou deixei de fazer o que era necessário em prol do benefício coletivo da nossa população”, afirma Vinícius.

Entre as iniciativas tomadas, está a denúncia junto ao TCU sobre a falta de acesso público ao banco de dados do Ministério da Saúde, o que é garantido por lei a toda sociedade.

Diferente do que é costume na velha política e antiga prática de muitos, durante os últimos dois anos Vinícius Miguel não utilizou nenhum real da verba do fundo partidário para contratar publicidade e fazer promoção pessoal. “É tudo uma questão de conduta, princípio e referencial”, assinalou.

ELEIÇÕES 2020

Este ano, Vinícius Miguel é pré-candidato a prefeito de Porto Velho pelo Cidadania 23 com a coligação “Porto Velho em boas mãos”, que contará, nas eleições majoritárias, com o apoio da Rede Sustentabilidade. Como pré-candidata a vice-prefeita, a coligação conta com a tenente Heline Braga, que representa a força da mulher brasileira no pleito.

Fonte: Assessoria
Publicada em 23 de setembro de 2020 às 05:54

 

Leia Também

Candidato do partido da primeira-dama do Estado tem credenciamento cassado no Detran

Candidato a vice de Breno Mendes, em Porto Velho, foi penalizado por órgão estadual

Breno Mendes é proibido pelo Justiça de continuar fazendo campanha em órgãos públicos

Candidato do governador é denunciado pelo MPE por fazer campanha no Detran

Lucas Follador lidera em Ariquemes para prefeito

Lucas Follador aparece com 32,2% das intenções de voto, contra 25,8% de Carla Redano (Patriota)

Vinícius Miguel apresenta medidas para garantir mais segurança à população de Porto Velho

Entre os crimes que chamam a atenção está o estupro. Segundo a 13º edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, Porto Velho

Envie seu Comentário