Léo Moraes lidera com larga vantagem intenções de voto para prefeito de Porto Velho

Léo Moraes lidera com larga vantagem intenções de voto para prefeito de Porto Velho

O deputado federal Léo Moraes (Podemos) é o nome preferido do eleitorado na 1ª. Pesquisa estimulada de opinião pública que aferiu as intenções de voto para prefeito de Porto Velho, publicado hoje pelo Instituto Dados Brasil. Léo, que é ex-vereador de Porto Velho e ex-deputado estadual, lidera com 21,82%, seguido da jornalista e vereadora Cristiane Lopes (PP), com 10,74% e o professor universitário Vinícius Miguel (Rede) com 6,45%. 

Na pesquisa aparecem ainda os nomes do vereador Alan Queiroz (PSDB) com 6,12%, do ex-deputado federal Lindomar Garçom (PRB) -  5,79% e do ex-vereador e ex-deputado estadual Hermínio Coelho (PDT) – 3,64%. Logo abaixo vêm os pré-candidatos Dr. Breno Mendes (3,47%), o coronel da PM Ronaldo Flores (1,49%), o ativista político Samuel Costa (1,32%), o ex-secretário de Agricultura Leonal Bertolin (1,16%), o engenheiro Thiago Tezzari (0,99%) e Gil Vigiato (0,83%). 

Cerca de 14,05% dos entrevistados disseram que não votaria em nenhum dos candidatos estimulados na pesquisa, ou anularia o voto, ou votaria em branco, e cerca de 22,15% não sabem ainda em quem vai votar ou não opinaram. 

DADOS DA PESQUISA: 
Pesquisa realizada em Porto Velho entre os dias 30 de junho a 02de julho de 2020 com 605 eleitores. Possui margem de erro de 4%, e nível de confiança de 95%. Registrada no TRE-RO com o número RO-08953/2020, e assinada pela estatística Tuannhy Rozeira Haverroth (Conre 10552), contratada por Ivani Mota de Araújo.

Na espontânea, Léo Moraes venceria também

O deputado federal Léo Moraes (Podemos) também sairia vitorioso das eleições gerais municipais como prefeito de Porto Velho, segundo a pesquisa espontânea (onde o eleitor escolhe o nome de sua preferência), divulgada hoje pelo Instituto Brasil Dados. Na pesquisa anterior, estimulada (onde o Instituto lista os prováveis nomes que vão para a disputa pelos partidos), Léo também foi o mais lembrado pelo eleitor pesquisado. 

Na espontânea, cerca de 17 nomes foram citados aleatoriamente pelos eleitores. Léo Moraes ficou com 6,78% das intenções de voto, 5,45% para o prefeito Hildon Chaves (PSDB), 5,29% para Vinícius Miguel (REDE), 4,13% para o ex-prefeito Mauro Nazif (PSB), 2,31% para Christiane Lopes (PP), 2,15% do Dr. Breno Mendes, e 1,98% para o vereador Alan Queiroz (PSDB). 

O eleitorado pesquisado também lembrou de nomes em ascensão na política como o empresário Francisco Chico Holanda (0,83%) que tem sido um dos grandes representantes da categoria nas negociações entre a classe empresarial e o Executivo nas negociações de abertura do comércio durante a pandemia. 
Outros nomes que aparecem espontaneamente na pesquisa é o coronel da PM, Ronaldo Flores, o ex-deputado Hermínio Coelho – empatados com 0,50% das intenções de voto, o ex-prefeito Carlinhos Camurça, além da deputada federal Mariana Carvalho (PSDB) com 0,17%, dentre outros. 

DADOS DA PESQUISA: 
Pesquisa realizada em Porto Velho entre os dias 30 de junho a 02de julho de 2020 com 605 eleitores. Possui margem de erro de 4%, e nível de confiança de 95%. Registrada no TRE-RO com o número RO-08953/2020, e assinada pela estatística Tuannhy Rozeira Haverroth (Conre 10552), contratada por Ivani Mota de Araújo.

Fonte: BRASIL DADOS
Publicada em 10 de julho de 2020 às 22:15

 

Leia Também

ELEIÇÕES 2020: Pesquisa sem Hildon e Léo deixa corrida disputada para prefeitura da capital

Vale lembrar que na eleição passada, Léo Mores e Hildon Chaves travaram um duelo no segundo turno para prefeito

Presidente Laerte Gomes acompanha as obras da cerca do Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná

Parlamentar lembra que a obra é fundamental para a retomada dos voos em Ji-Paraná

Combate a desigualdade e resgate do orgulho de Porto Velho são pautas do pré-candidato à prefeito Samuel Costa

Uma das mais ressoantes vozes da esquerda rondoniense na atualidade, o professor Samuel Costa, é pré-candidato a prefeito de Porto Velho (RO) pelo Partido Comunista do Brasil – PC do B.

Vítima de ataques políticos, prefeito de Machadinho explica projeto de alteração do Imprev

Se o município não se adequar a prefeitura ficará sem certidão e não receberá recursos

Envie seu Comentário