Prefeito altera decreto e proíbe food truck e consumo de alimentos em feiras e mercados de Porto Velho

Prefeito altera decreto e proíbe food truck e consumo de alimentos em feiras e mercados de Porto Velho

O prefeito Hildon Chaves (PSDB) fez atualizações, nesta terça-feira (19), no decreto de calamidade pública em Porto Velho. Com objetivo de evitar aglomerações de pessoas na capital, Hildon suspendeu a venda e o consumo de alimentos em feiras livres, praça de alimentação, mercados municipais, entre outros locais públicos.

Segundo o decreto de n° 16.672, por causa da pandemia do novo coronavírus, estão suspensas as atividades do ramo de alimentação, ambulantes, camelôs, trailer, food truck e comércio em geral.

"Fica proibido o desenvolvimento de atividades de degustação, manipulação, frituras e cozimentos de alimentos para vendas e consumo imediato nos espaços das feiras livres, mercados municipais, praças de alimentação e logradouros públicos", afirma o decreto.

Ainda segundo o poder executivo, os permissionários de boxes no mercado municipal só podem vender seus produtos através do sistema "delivery", porém o dono do box pode permitir que o cliente retire a comida no local.

Nas feiras municipais, ficam proibidas as vendas de confecções, panos, roupas em geral, brinquedos, entre outros considerados serviço não essencial.

Hildon Chaves também suspendeu, pelos próximos 30 dias, todas as licenças de uso de mesas e cadeiras em logradouros públicos. A atualização do decreto foi publicado no diário oficial, nesta terça.

Fonte da imagem: Jornal Diário da Amazônia - Imagem de 2018 

Fonte: G1 RO
Publicada em 20 de maio de 2020 às 08:36

 

Leia Também

Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Governo de Rondônia exclui categorias da Saúde de aumentos salariais.

Profissionais de Saúde completaram uma década sem aumentos. O Coren-RO apoia a luta dos profissionais de Enfermagem por melhores salários.

Internacional Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Envie seu Comentário