Jair Montes desmente coronel e diz que dívida da Energisa continua

Jair Montes desmente coronel e diz que dívida da Energisa continua

O deputado Jair Montes (Avante), relator da CPI que apura possíveis irregularidades da Energisa em Rondônia, lamentou nesta terça-feira (19), durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, as afirmações do diretor geral do DER, coronel Meireles. De acordo com o parlamentar, Meireles garantiu a uma emissora de rádio que o Tribunal de Contas havia perdoado a dívida milionária da empresa para com o governo local.

Montes esclareceu que o TC não tem o poder de perdoar dívida da Energisa e de nenhuma outra companhia. “Isso não é atribuição do tribunal. Não compete aos conselheiros tal procedimento,” disse, acrescentando que a concessionária de energia elétrica continua devendo R$ 2 milhões aos cofres públicos.

Em aparte, o presidente do Poder, Laerte Gomes (PSDB), confirmou a fala do dirigente do DER e informou que ele (coronel Erasmo Meireles e Sá) até aumentou o valor do débito para R$ 6 milhões, ao conceder entrevista a uma emissora de rádio de Ji-Paraná. “Ele (o coronel) disse que o Tribunal de Contas perdoou a dívida. Eu mesmo escutei.”

Ainda falando da tribuna, Jair Montes lembrou que foi eleito também para fiscalizar gastos públicos. “Não sou contra a compra do hospital Regina Pacis pelo governo do Estado, mas apenas quero verificar se a negociação foi feita dentro da legalidade e por um valor compatível com o preço real de mercado do imóvel,” explicou.

O deputado disse ainda que mandou ofício para a Secretaria de Saúde solicitando pormenores da transação financeira e endereçou cópias do documento para os órgãos de controle do Estado e, inclusive, para a Polícia Federal. “A população cobra transparência,” destacou.

Fonte: DECOM - ALE
Publicada em 20 de maio de 2020 às 08:25

 

Leia Também

ELEIÇÕES: Pimentel diz que prefeito não pode se omitir quanto a saúde da capital

O novo prefeito terá obrigatoriamente que usar forte poder de articulação, não apenas com os demais níveis de governo

Samuel Costa aplicará 100% do Fundeb para pagamento dos profissionais de educação

O Senado aprovou a PEC 26/2020, proposta de emenda à Constituição que torna permanente o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação

Empresário Fausto de Oliveira Moura que gravou prefeitos do interior já foi preso duas vezes por envolvimento em esquema de corrupção

O empresário vilhenense Fausto de Oliveira Moura foi o autor das denúncias que levaram a Justiça de Rondônia a decretar a busca e apreensão de quatro prefeitos, um deputado, e um ex-deputado estadual rondoniense, durante a Operação Reciclagem

Operação da Polícia Civil e MP cumpre mandados envolvendo vereadores de Urupá

Os mandados de busca domiciliares foram cumpridos em pontos diversos, sendo na residência de um vereador, no gabinete do presidente da Câmara

Envie seu Comentário