Após 36 anos o presidente Laerte Gomes cria fluxograma e normatiza procedimentos da ALE

Após 36 anos o presidente Laerte Gomes cria fluxograma e normatiza procedimentos da ALE

O presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, deputado Laerte Gomes (PSDB), assinou o Ato nº 033/2020, referente ao fluxograma dos processos administrativo da Casa de Leis. Após 36 anos de implantação do Poder Legislativo no Estado de Rondônia, essa é a primeira vez que uma ferramenta que contribuirá na gestão e no controle dos processos administrativos da Assembleia é criada.

“Isso permitirá a descrição precisa e clara do sequenciamento do fluxo dos processos de forma célere e transparente para a nossa administração”, anunciou Laerte Gomes.

Segundo o parlamentar, até então, em nenhuma outra gestão foi criada um fluxograma para saber “onde nasce e onde morre” cada processo. “É mais um exemplo de seriedade, transparência e economicidade de nossa gestão, a implantação dessas ferramentas”, afirmou o presidente.

O fluxograma foi criado através de diagramas com todas as instruções normativas, informando o procedimento de cada processo que tramita na Assembleia Legislativa e qual a responsabilidade de cada setor.

Fonte: DECOM - ALE
Publicada em 09 de abril de 2020 às 09:20

 

Leia Também

Combate a desigualdade e resgate do orgulho de Porto Velho são pautas do pré-candidato à prefeito Samuel Costa

Uma das mais ressoantes vozes da esquerda rondoniense na atualidade, o professor Samuel Costa, é pré-candidato a prefeito de Porto Velho (RO) pelo Partido Comunista do Brasil – PC do B.

Vítima de ataques políticos, prefeito de Machadinho explica projeto de alteração do Imprev

Se o município não se adequar a prefeitura ficará sem certidão e não receberá recursos

Presidente Laerte Gomes recebe representantes da Polícia Civil de Rondônia

Categoria solicitou que, na Reforma Administrativa, polícias de Rondônia tenham mesmos direitos que polícias federais

Secretário da Seduc presta esclarecimentos de ações na Comissão de Educação

Suamy Vivecananda foi ouvido e disse que não há previsão para retorno às aulas presenciais

Envie seu Comentário