Imóveis do Orgulho do Madeira são fiscalizados para identificar fraudes

Imóveis do Orgulho do Madeira são fiscalizados para identificar fraudes

Na manhã desta sexta-feira, 06, Equipes da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), estiveram no residencial Orgulho do Madeira, em Porto Velho, para vistoriar imóveis e identificar fraudes na ocupação das casas. A Polícia Militar esteve juntamente as equipes acompanhando as visitas.

As averiguações foram feitas nos blocos da quinta etapa do conjunto, que foram entregues no recentemente neste ano pelo programa Minha Casa, Minha Vida. São 496 unidades em blocos de quatro andares.

A ação do Seas faz parte do protocolo após a entrega das unidades. O objetivo é confirmar se quem está ocupando os apartamentos são os moradores contemplados na seleção feita pela secretaria.

Durante a vistoria a equipe encontrou apartamentos que foram cedidos pelos contemplados a parentes, alugados e até invadido por famílias sem conhecimento dos verdadeiros donos.

Equipes bateram de porta em porta conferindo documentação dos imóveis. Após a Fiscalização as irregularidades encontradas serão encaminhadas ao Banco do Brasil, que deverá tomar as providências para responsabilização do donos desses imóveis.

 

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 06 de dezembro de 2019 às 16:00

 

Leia Também

Além da questão ética, saúde e educação - Por Valdemir Caldas

Nos últimos anos, a saúde e a educação chegaram ao fundo do poço. Estão brincando com coisas sérias.

Coleta Seletiva: Semeia orienta a população para utilizar Ecoponto corretamente

O objetivo é inserir na sociedade ji-paranaense a cultura de reciclar, adotando a prática da separação do lixo, contribuindo assim para redução da quantidade de resíduos que é enviada para os aterros.

Semagric continua trabalho no distrito de Rio Pardo

Gestão Hildon Chaves garante escoamento da produção através do trabalho das equipes da Semagric

Saae apresenta nomes das empresas participantes de licitação para ampliação e readequação do sistema de água em Vilhena

Cinco empresas apresentaram documentação para se habilitar na concorrência pública; apenas uma é de Rondônia

Envie seu Comentário