Transporte Escolar Aquaviário atende alunos nas regiões ribeirinhas de Porto Velho

Transporte Escolar Aquaviário atende alunos nas regiões ribeirinhas de Porto Velho

O governo de Rondônia concluiu o chamamento público para transporte escolar aquaviário das regiões ribeirinhas de Porto Velho. As 79 embarcações dos lotes 1, 2, 3 e 4 passaram pelas vistorias da Marinha e estão efetuando o transporte dos estudantes que dependem dos barcos para chegarem até as escolas.

As documentações de contrato e vistoria foram efetuadas em prazo legal e a empresa contratada disponibilizou as embarcações para o transporte dos estudantes. De com a Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), por intermédio da equipe técnica de Planejamento e Execução, ao todo 79 embarcações estão disponíveis e, aproximadamente, 60estão realizando o transporte dos alunos das regiões ribeirinhas como: Nazaré, Cujubim, São Carlos, Calama e regiões adjacentes a esses distritos.

As demais localidades a serem atendidas com o restante das embarcações estão no aguardo da relação da clientela estudantil do município para que a equipe de Planejamento e Execução da Seduc destine embarcações para estas localidades.

Esta semana, uma equipe da Seduc foi destinada às regiões ribeirinhas para reforçar os trabalhos de fiscalização e levantamento do quantitativo de estudantes, pois, de acordo com os levantamentos anteriores, muitos alunos migraram para Porto Velho com o intuito de não perderem o ano letivo e, com esta migração, algumas localidades estão sem estudantes para serem transportados.

O secretário de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), professor Suamy Vivecananda Lacerda de Abreu, informou que um plano de reposição do calendário 2019 e unificação com o calendário 2020 foi encaminhado para o Conselho Estadual de Educação para avaliação e as escolas já estão sendo organizadas para a execução da reposição das aulas.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia
Publicada em 22 de outubro de 2019 às 17:40

 

Leia Também

Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Governo de Rondônia exclui categorias da Saúde de aumentos salariais.

Profissionais de Saúde completaram uma década sem aumentos. O Coren-RO apoia a luta dos profissionais de Enfermagem por melhores salários.

Internacional Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Envie seu Comentário