Operação Padrão poderá custar muito caro a agentes penitenciários estaduais

Operação Padrão poderá custar muito caro a agentes penitenciários estaduais

O Diário Oficial do Estado publicou nesta terça-feira 16.09, catorze portarias com a abertura de processos administrativos disciplinares contendo o nome de dezenas de agentes penitenciários do Estado que deixaram de comparecer ao serviço nos presídios do Estado entre os dias 25 de janeiro e 11 de março de 2019. 

Todos esses agentes penitenciários correm o sério risco de perderem inclusive seus empregos por conta das infrações disciplinares. Segundo a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), os agentes participaram do movimento denominado ´Operação Padrão´ para se opor à decisão de intervenção da PM nos presídios do Estado. 

A lista é composta por 140 nomes, (alguns deles duplicados, já que se referem a plantões que deixaram de ser cumpridos) e uma comissão formada por três servidores do quadro efetivo terá a missão de fazer o motivo do não atendimento da convocação feita pelo Governo do Estado. A denúncia foi feita pela Direção de Presídio de Médio Porte. 

O Governo do Estado, comandada atualmente por um coronel da Polícia Militar, vê a Operação Padrão como uma 'greve branca', algo que não é admitido sob hipótese alguma no regime militar. O sindicato da categoria acusa do Governo de perseguição e de várias outras irregularidades, inclusive à Legislação por conta da ação de policiais dentro do presídio.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 17 de setembro de 2019 às 17:57

 

Leia Também

Bebê arrancado da barriga da mãe com uma faca seria entregue para mulher que fingia estar gravida de garimpeiro

Gestante foi assassinada pela própria irmã, em Porto Velho. Um adolescente de 15 anos confessou que também participou do crime porque desejava entregar bebê à mãe, que simulava uma gestação.

Vídeo: Adolescente teria matado a irmã e o sobrinho em área de loteamento de Porto Velho; bebê foi retirado a faca

O bebê foi encontrado na casa do delator, que teria entregue a criança para sua mãe.

Apenado do sistema prisional sai para encontro amoroso e é preso pela PRF em Porto Velho

O indivíduo, que cumpre pena por roubos no regime semiaberto, não poderia sair da sua residência, mas foi abordado quando seguia para um encontro amoroso, que havia combinado por meio de aplicativo de relacionamento

Professor de Natação é agredido por Juiz de Direito ao ser acusado de molestar seu filho

Na polícia, o pai contou que estava trabalhando quando sua mulher ligou nervosa e chorando muito, informando que o filho havia sido molestado sexualmente pelo professor de natação.

Envie seu Comentário