Após 4 dias em reserva para controlar incêndios israelenses vão embora de Rondônia

Após 4 dias em reserva para controlar incêndios israelenses vão embora de Rondônia

Os bombeiros israelenses enviados a Rondônia na semana passada, para ajudar no combate das queimadas, foram embora do estado na terça-feira (10). O fim dos trabalhos no estado aconteceu três dias depois da equipe chegar na Floresta Nacional Jacundá para controlar os focos de incêndios. A determinação de retorno foi expedida pelo Ministério da Defesa.

Segundo a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, os israelenses chegaram na base militar montada dentro da Floresta Nacional Jacundá no sábado (7), em Porto Velho.

Neste período dentro da reserva, o Exército diz que o o efetivo de Israel participou de "briefings e trocas de experiências, no Centro de Monitoramento da Operação, em Porto Velho, onde foram apresentados equipamentos de combate a incêndios em zonas rurais, sensores tecnológicos, drones e aplicativo desenvolvido para a missão".

Os israelenses também combateram focos de incêndios, compondo patrulhas combinadas ao lado de brigadistas brasileiros. Porém, o número de focos apagados não foi divulgado e nem se há focos ativos dentro da reserva Jacundá.

Na segunda-feira, os militares de Israel deixaram Rondônia e ficaram à disposição do Ministério da Defesa em Brasília (DF).

Queimadas em RO

Ao todo, em agosto, os municípios de Porto Velho e Candeias do Jamari (onde está a UC) tiveram, respectivamente, 2.021 e 588 alertas de queimadas no BDQueimadas (satélite de referência, Aqua). Até este sábado (7), Porto Velho registrou 114 focos e outros 15 também foram identificados em Candeias do Jamari, segundo o Inpe.

Jacundá

Criada em 2004, a Flona de Jacundá está localizada ao norte do estado de Rondônia e tem uma área de 220.644 hectares. A unidade de conservação está localizada entre os municípios de Porto Velho e Candeias do Jamari.

Segundo o Ministério da Agricultura, o Plano Anual de Outorga Florestal 2009 autorizou a concessão de 112 mil hectares da Jacundá para o manejo florestal.

Fonte: G1
Publicada em 11 de setembro de 2019 às 09:11

 

Leia Também

IPAM irá cobrar judicialmente ´assessores de vereadores´ que se beneficiaram do instituto indevidamente

Presidente diz que não há chance alguma de fechamento do instituto

Campanha Troco Solidário Havan arrecada R$ 11,4 milhões em todo o Brasil

Valor contribuiu para a melhoria e o andamento das 206 instituições beneficiadas com a ação em 2019

Após negociação durante a madrugada, transporte coletivo volta circular em Porto Velho

80 funcionários do turno matutino aceitaram voltar ao trabalho, mas a frota continua reduzida por conta das férias escolares.

DEMISSÃO EM MASSA: Trabalhadores do transporte coletivo de Porto Velho pedem demissão

Categoria e empresa participaram de uma nova audiência na tarde desta quinta-feira sem acordo.

Envie seu Comentário