Irmão vai cobrar dívida e mata irmã com tiro na cabeça, em Porto Velho

Irmão vai cobrar dívida e mata irmã com tiro na cabeça, em Porto Velho

Um jovem identificado como Ítalo Venâncio Lima Vieira, 18 anos, matou a própria irmão identificado como Davilla Vitória Lima Viera, 19 anos, com um tiro na cabeça durante a noite de sexta-feira (06), no quarto uma residência localizada na Rua Cabo Verde, bairro Três Marias, setor leste de Porto Velho. Atirador foi preso horas depois do atentado.

Segundo informações de testemunhas, a vítima estava no quarto quando o suspeito chegou cobrando uma suposta dívida, em seguida efetuou um disparo na cabeça dela. Até a chegada do Samu o indivíduo permaneceu no local, logo depois saiu correndo tomando rumo ignorado.

Após ser constatada a morte  da vítima, dois elementos, ambos com 19 anos, entraram na casa onde o crime ocorreu, pegaram a arma que estava jogada no chão e saíram, porém foram alcançados por populares. A  Polícia Militar  prendeu a dupla com a  arma de fogo calibre 28 de fabricação caseira. Questionados sobre a arma, um deles falou que era de sua propriedade e que havia emprestava para o suspeito, mas não sabia que ele iria atirar contra a própria irmã.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 07 de setembro de 2019 às 09:00

 

Leia Também

Operação Padrão poderá custar muito caro a agentes penitenciários estaduais

Quase cem agentes penitenciários irão enfrentar a mão pesada da Corregedoria e correm o risco até de serem demitidos

PRF prende jovem com 10 kg de maconha na BR-364

O entorpecente foi adquirido em Campo Grande/MS pela quantia de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e pretendia revendê-lo na capital rondoniense.

PRF prende dupla de equatorianos transportando 18 kg de cocaína, em Ariquemes

Droga estava diluída em frascos de xampu e foi encontrada durante fiscalização em um ônibus

Policia Rodoviária Federal cumpre mandando de prisão no Município de Porto Velho

Os policiais solicitaram ao condutor de uma caminhonete seus documentos pessoais, quando constataram a existência de um mandado de prisão em seu desfavor

Envie seu Comentário