Três são presos com motocicletas clonadas na zona Sul de Porto Velho

Três são presos com motocicletas clonadas na zona Sul de Porto Velho

Três suspeitos identificados como Felipe Almeida do Nascimento, 20 anos, Fabrício de Brito da Silva, 26 anos e Everton Pereira dos Santos, 26 anos, foram presos na noite de sexta-feira (21), pelo crime de organização criminosa, receptação de veículo roubado ou furtado, durante uma abordagem de rotina feita por uma guarnição a dois suspeitos que estavam ocupando uma moto na Rua Netuno, bairro Nova Floresta, setor sul de Porto Velho.

A dupla ficou nervosa ao avistar a guarnição levantando a curiosidade dos PM's em fazer a abordagem, sendo dada ordem de parada e logo foi procedida a revista pessoal e nada foi encontrado e quando feito uma vistoria na moto foi constatado que a numeração do chassis havia sido remarcada e que possivelmente seria clonada.

Questionados, eles falaram que compram através de um aplicativo de compra e venda. Depois de um certo tempo decidiram cooperar com os policiais indicando onde poderia haver outras motos, consequentemente disseram que havia alguém que as roubada ou furtava próximo do shopping e as clonavam e eram revendidas no site OLX, chegando a custar cerca de R$: 2.000 reais cada moto. Um terceiro foi preso remarcando outras duas motos roubadas e o trio foi levado para a Central de flagrantes onde à suspeita de mais pessoas envolvidas no crime.

Três suspeitos identificados como Felipe Almeida do Nascimento, 20 anos, Fabrício de Brito da Silva, 26 anos e Everton Pereira dos Santos, 26 anos, foram presos na noite de sexta-feira (21), pelo crime de organização criminosa, receptação de veículo roubado ou furtado, durante uma abordagem de rotina feita por uma guarnição a dois suspeitos que estavam ocupando uma moto na Rua Netuno, bairro Nova Floresta, setor sul de Porto Velho.

A dupla ficou nervosa ao avistar a guarnição levantando a curiosidade dos PM's em fazer a abordagem, sendo dada ordem de parada e logo foi procedida a revista pessoal e nada foi encontrado e quando feito uma vistoria na moto foi constatado que a numeração do chassis havia sido remarcada e que possivelmente seria clonada.

Questionados, eles falaram que compram através de um aplicativo de compra e venda.  Depois de um certo tempo decidiram cooperar com os policiais indicando onde poderia haver outras motos, consequentemente disseram que havia alguém que as roubada ou furtava próximo do shopping e as clonavam e eram revendidas na OLX, chegando a custar cerca de R$: 2.000 reais cada moto. Um terceiro foi preso remarcando outras duas motos roubadas e o trio foi levado para a Central de flagrantes onde à suspeita de mais pessoas envolvidas no crime.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 22 de junho de 2019 às 10:38

 

Leia Também

Técnico do IPEM entrega maracutaia da Energisa e confessa que medidores é que simulam roubo de energia

O técnico não quantificou o número de relógios que estariam marcando ´a mais´, mas assegurou que junto com os marcadores é enviado um relatório, na qual a cópia do resultado não é apresentada ao consumidor

Hildon Chaves ajusta projetos e busca mais recursos em Brasília para atender Porto Velho

Entre as demandas apresentadas aos membros da Bancada Federal, um projeto de R$ 8 milhões para acolher idosos em vulnerabilidade

Vereador Edesio participa do encontro dos Republicanos realizado em Rondônia

O principal tema a ser discutido foi, as eleições de 2020 para os municípios

Ministro do Desenvolvimento Regional chega hoje à noite a Rondônia

O Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia (PRDA) terá como meta justamente, estimular as cadeias produtivas

Envie seu Comentário