Justiça começa julgamento do recurso dos ex-deputados da Operação Dominó

Justiça começa julgamento do recurso dos ex-deputados da Operação Dominó

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) começou na manhã desta quarta-feira (24) o julgamento de recursos dos 24 acusados de envolvimento no esquema criminoso que desencadeou a Operação Dominó. Investigações apontam que superfaturamento em folhas de pagamento na Assembleia Legislativa (ALE-RO) desviou mais de R$ 11 milhões em um ano.

Em julho de 2016, a Justiça condenou 16 ex-deputados estaduais e mais nova reus em um desembramento da Operação Dominó. Dos parlamentares, cinco já cumpriam pena. Todos respondem por crime de peculato e lavagem de dinheiro.

Segundo as investigações, o desvio do dinheiro, um total de R$ 11 milhões, acontecia nos gabinetes dos deputados investigados. O processo aponta que as folhas de pagamento paralelas continham valores bem acima do recebido por funcionários da Assembleia Legislativa. Muitos deles, segundo a polícia, nem sabiam do esquema criminoso.

Conforme a decisão do juiz da 2ª Vara de Execuções Penais de Porto Velho, o esquema era comandado pelo presidente da ALE-RO na época, Carlão de Oliveira, que recebeu sozinho mais de R$ 1 milhão. O ex-parlamentar chegou a ser preso duas vezes, mas atualmente segue foragido.

Entre os condenados estão o irmão de Carlão, Moisés de Oliveira e a ex-deputada Ellen Ruth. Na época, entre os condenados já estavam presos os ex-deputados Haroldo Santos, João da Muleta, Ronilton Capixaba, Amarildo de Almeida e Daniel Neri, este último cumpria prisão domiciliar por motivos de saúde.

Além deles, outros 17 acusados puderam recorrer em liberdade. Na época, a Polícia Federal investigou o desvio de mais de R$ 70 milhões dos cofres da ALE-RO.

Confira a lista de acusados que terão seus recursos julgados:

  • José Carlos de Oliveira (ex-presidente da ALE-RO)
  • Moisés José Ribeiro de Oliveira (irmão de 'Carlão')
  • Amarildo de Almeida (ex-deputado)
  • Daniel Neri de Oliveira (ex-deputado)
  • Deusdete Antônio Alves (ex-deputado)
  • Edezio Antônio Martelli (ex-deputado)
  • Ellen Ruth Cantanhede Salles Rosa (ex-deputada)
  • Everton Leoni (ex-deputado)
  • Francisco Izidro dos Santos (ex-deputado)
  • Haroldo Franklin de Carvalho Augusto dos Santos (ex-deputado)
  • João Batista dos Santos (ex-deputado)
  • Nereu José Klosinski (ex-deputado)
  • Ronilton Rodrigues Reis (ex-deputado)
  • Marcos Alves Paes
  • Carlos Henrique Bueno da Silva
  • Luiz da Silva Feitosa
  • José Joaquim dos Santos
  • Rubens Olímpio Magalhães
  • Francisco Leudo Buriti de Sousa
  • Maurício Maurício Filho
  • Renato Euclides Carvalho de Velloso Vianna
  • Alberto Ivair Rogoski Horny
  • Terezinha Esterlita Grandi Marsaro
  • Evanildo Abreu de Melo

Fonte: G1
Publicada em 24 de abril de 2019 às 11:54

 

Leia Também

Operação Fronteira Mais Segura prende 12 pessoas em flagrante em Rondônia

Mais de 190 agentes atuaram na operação que contou com a presença do Exército

TCE suspendeu o edital da Concorrência Pública para serviços de limpeza urbana em Cacoal

Tribunal determina suspensão de edital milionário para serviços de limpeza urbana, caso a prefeitura e o secretários descumpram a decisão levarão multa de R$ 50 mil

Semtran realiza, no Porto Velho Shopping, a Campanha ‘Nem Por Um Minuto’

Visando esclarecer e diminuir a quantidade de infrações cometidas pelos condutores ao estacionar nas vagas destinadas aos idosos e pessoas com deficiência (PDC’S)

Consumidor poderá bloquear ligações de empresas de telecomunicações a partir desta terça-feira

Anatel pressionou o setor para apresentar uma solução para o problema

Envie seu Comentário