Alunos voltam a ficar sem aulas porque ônibus enviados a União Bandeirantes são impedidos de circular

Alunos voltam a ficar sem aulas porque ônibus enviados a União Bandeirantes são impedidos de circular

Devido ao estado de conservação, falta de vistoria e problemas na documentação da frota, a Polícia Militar e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) impediram, na terça-feira, 23, em União Bandeirantes, a circulação de uma grande parte dos ônibus escolares, por falta de condições de segurança e trafegabilidade.

O impedimento fez com que os alunos voltassem a perder aulas e está causando uma nova revolta na população, que espera uma solução imediata, com ameaça de voltar a fechar a BR que liga Porto Velho a Rio Branco.

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Educação, vem tentando resolver o problema do transporte escolar nos distritos, que estava travando o início do ano letivo nas escolas daquelas regiões. Foi realizada uma licitação e a empresa vencedora destinou aos locais, uma frota de ônibus a fim de começar urgentemente o transporte do alunos.

 

Fonte: Viarondonia com informações do Diário da Amazônia
Publicada em 24 de abril de 2019 às 11:09

 

Leia Também

Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Governo de Rondônia exclui categorias da Saúde de aumentos salariais.

Profissionais de Saúde completaram uma década sem aumentos. O Coren-RO apoia a luta dos profissionais de Enfermagem por melhores salários.

Internacional Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Envie seu Comentário