Famílias começam ser desalojadas por causa da cheia do Madeira em Porto Velho

Famílias começam ser desalojadas por causa da cheia do Madeira em Porto Velho

Uma grande força-tarefa atua na assistência das famílias desalojadas das áreas de risco no Rio Madeira, em Porto Velho. A Defesa Civil informou que, até o momento, 10 famílias, tiveram que deixar suas casas.

No Baixo Madeira, os distritos de São Carlos, Nazaré e Calama são os mais prejudicados. Só na área urbana da capital rondoniense, mais de 800 famílias residem em áreas de risco.

Devido a cheia, aproximadamente 90 famílias que vivem no ramal Maravilha, na margem esquerda do rio Madeira, seguem isoladas.

O motivo é que as águas do Madeira já alcançaram a estrada de acesso, impossibilitando, assim, a passagem pelo local. O único meio de transporte tem sido o barco.

Na noite de segunda, a defesa pontuou que o nível das águas do Madeira chegou a exatos 16,46 metros, um metro e meio maior do que no mesmo período do ano passado, que registrou pouco mais de 15 metros.

De acordo com o prognóstico divulgado pelo Censipam, o nível do Madeira deve chegar até o mês de março em 17,30 metros.

A Secretaria de Assistência Social e Família (Semasf) deverá ser acionada para direcionar as pessoas a um ginásio, hotel ou escola, por exemplo. Ainda conforme a Defesa Civil, nenhuma até o momento ficou desabrigada.

Fonte: Via Rondonia
Publicada em 12 de fevereiro de 2019 às 15:20

 

Leia Também

Chuva intensa em Ji-Paraná deixa ruas e avenidas alagadas

O Igarapé 2 de abril transbordou em vários pontos deixando algumas famílias desabrigadas.

Acidente envolvendo Moto na BR-364 acaba com três mulheres gravemente feridas

Elas foram socorridas por aquipes do Samu e encaminhadas às pressas para o hospital João Paulo II.

Ouvidoria Geral do Estado capacita profissionais para melhor atender ao cidadão

Segundo o ouvidor, que assumiu recentemente a Ouvidoria de Rondônia na gestão do governador coronel Marcos Rocha, o pedido feito ao Tribunal de Contas se deu pela experiência e idoneidade do órgão

Escola de Trânsito divulga calendário letivo de cursos para o primeiro semestre de 2019

Para este ano um novo projeto da Ceptran promete impulsionar ainda mais as relações do aluno com o aprendizado. De acordo com Telma Ferreira, da Escola de Trânsito do Detran, as inscrições para os cursos já podem ser feitas no site do Detran.

Envie seu Comentário