Prefeito Hildon Chaves recebe visita de presidente e diretores da Energisa/RO

Prefeito Hildon Chaves recebe visita de presidente e diretores da Energisa/RO

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, recebeu em seu gabinete, na noite desta segunda-feira (11/2), o presidente da Energisa Rondônia, Ivan Botelho, e mais três integrantes da diretoria da empresa. Na ocasião, foi apresentado o plano de negócios e plano de trabalho do grupo empresarial para o Estado.

“A programação de investimentos para este ano, em Rondônia, é da ordem de R$ 470 milhões. Pelo menos um terço desse valor deve ser aplicado em Porto Velho. Esses investimentos movimentam a economia, geram emprego e renda e trazem mais segurança para os consumidores de energia elétrica no Município”, disse o prefeito.

A diretoria da Energisa também demonstrou preocupação com as ligações clandestinas, as quais têm causado mortes (pessoas eletrocutadas) em diversos bairros da capital, incêndios e outras perdas.

“A tarifa social é outro compromisso da empresa para levar energia de qualidade aos bairros e localidades que ainda não dispõem desse serviço. Acredito que isso também é progresso”, comentou Hildon Chaves.

Fonte: Comdecom
Publicada em 12 de fevereiro de 2019 às 13:42

 

Leia Também

Através do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública projeto visa combater crimes organizados na região Norte

Governador Marcos Rocha destacou a importância do Centro Norte para a segurança Pública

Pagamento dos servidores públicos do estado de Rondônia será no dia 20

O aquecimento com o pagamento da folha é de aproximadamente R$ 277 milhões

Sepog divulga PIB dos municípios rondoniense em 2017

Porto Velho, Ji-Paraná, Vilhena, Ariquemes, Cacoal, Jaru, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Guajará-Mirim e Ouro Preto do Oeste aparecem como as principais economias dentre os municípios

´´Brasil está no caminho de um futuro tóxico´´diz relator da ONU

Depois de tentar por cinco anos visitar o Brasil, enviado apontou problemas de transparência, legislação e punição para crimes ambientais

Envie seu Comentário