Justiça Eleitoral impõe “reprimenda” a políticos que sujaram ruas com santinhos

Justiça Eleitoral impõe “reprimenda” a políticos que sujaram ruas com santinhos

A Justiça Eleitoral já tem a lista dos “políticos sujões” que jogaram santinhos nas ruas durante o dia das votações do pleito de 2018 e agora está imponto a eles uma reprimenda pelo mau comportamento: dependendo a quantidade de santinhos, alguns terão que meter a mão no bolso e pagar cestas básicas para serem doadas a entidades carentes. 

A cartilha das reprimendas possui três tipos de punição: vai da participação do candidato em palestras sobre cidadania, auxílio nas atividades a Justiça Eleitoral, doação de cestas básicas (inclusive para animais). O critério da punição varia de acordo com a quantidade material coletado por colaboradores da Justiça Eleitoral nas ruas. 
DOSIMIETRIA

A dosimetria da pena estabelecida aos políticos sujões foi aplicada da seguinte forma: quem teve menos de 100 santinhos coletados nas ruas vai participar das palestras, auxiliar nas atividades de apoio à Justiça Eleitoral (2horas diárias por 6 meses) e doar 20 cestas básicas (ração animal); 

Acima de 100 santinhos e abaixo de 500 – participação em palestras sobre cidadania, auxílio as atividades de apoio à Justiça Eleitoral, e doação de 40 cestas básicas; 

A partir de 500 santinhos e menos de mil: palestras, apoio à atividades da Justiça Eleitoral e 40 cestas básicas;

A partir de mil unidades: palestras, auxílio às atividades de apoio da Justiça Eleitoral e doação de uma cesta básica para cada dez santinhos coletados. 
REUNIÃO.

Na reunião, a reclamação dos “acusados” foi geral, principalmente daqueles que tiveram muitos santinhos coletados e que consequentemente terão que pagar mais caro para se livrar da penalidade. 

O senador eleito e deputado federal Marcos Rogério disse que não concordava com a punição porque muitas vezes não há prova de que foi o candidato quem jogou os santinhos nas ruas, “e que o próprio adversário pode ter feito isso para prejudicar seus opositores”. 
CAMPEÕES

A lista do site obtida pelo site VIARONDONIA com os políticos penalizados é extensa e é formada, em sua maioria, por velhos conhecidos da política. O 1º do ranking foi o candidato derrotado ao Governo Expedito Júnior (PSDB) que, pelo critério da Justiça, terá que pagar 367 cestas básicas, em decorrência do derramamento irregular de mais de 7 mil santinhos nas ruas. 

Hosana Meire Balbino (PTB), candidata da deputada federal, que substituiu o marido impugnado Nilton Capixaba, também foi flagrada fazendo mau uso do material de propaganda e terá que doar às ações sociais da Justiça Eleitoral, mais de 332 cestas básicas.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 06 de dezembro de 2018 às 09:15

 

Leia Também

CCJ aprova projeto de Anderson Pereira que susta efeitos de decreto governamental

Proposta de Decreto Legislativo segue para o plenário para votação em sessão ordinária

Comissão de Defesa da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso discute projetos

Audiência pública para tratar do feminicídio, de iniciativa da Comissão, vai ser realizada no próximo dia 9

Presidente Laerte Gomes indica serviços de reparo em galerias da RO-473

Galerias estão localizadas em trechos entre Alvorada do Oeste, Teixeirópolis e Urupá

Programa Mãos à Obra é lançado oficialmente em Rolim de Moura

fez questão de destacar a importância do apoio dos políticos do estado de Rondônia

Envie seu Comentário