Assembleia aprova projeto que amplia o microcrédito para até R$ 30 mil

Assembleia aprova projeto que amplia o microcrédito para até R$ 30 mil

Em reunião ordinária nesta terça-feira (5), na Assembleia Legislativa, os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei nº 1124/18, de autoria do Poder Executivo que alterou o artigo 10 da Lei nº 1.040 de 23 de janeiro de 2002 que autoriza a criar o Programa de Microcrédito.

O Programa de Microcrédito, segundo o Executivo, tem atendido com sucesso demandas do setor quanto ao fomento do agronegócio, da agroindústria e de pequenos laticínios, além de atuar com excelência em outras atividades pertinentes à prestação de serviços e no comércio, o que acabou por gerar empregos e renda no Estado.

A concessão do crédito é atrelada ao Fundo de Investimentos e Desenvolvimento do Estado (Fider) e com a proposta aprovada pelos deputados, a margem de crédito foi ampliada de R$10 mil para R$ 30 mil, que inicialmente era de R$ 1.500,00, alterado posteriormente para R$ 10 mil e hoje alcança este novo patamar.

O deputado Cleiton Roque (PSB) exaltou a aprovação desta elevação do crédito para R$ 30 mil e a inclusão da agricultura familiar. “Estas alterações vão trazer um impacto importante na economia rondoniense. O Banco do Povo está de parabéns e quem ganha com este projeto é o pequeno produtor” enalteceu o parlamentar.

O deputado destacou o seu trabalho junto ao Executivo para que o projeto fosse encaminhado para a ALE. “Com esta aprovação ainda este ano, o programa irá beneficiar número significativo de pessoas e vai gerar maior distribuição de renda e novos empregos em todo Estado” finalizou Cleiton Roque.

Fonte: Assessoria 
Publicada em 06 de dezembro de 2018 às 09:05

 

Leia Também

Em Brasília, Edwilson Negreiros luta por recursos para Porto Velho

Na tarde de quarta-feira, 13, Edwilson foi recebido em audiência pelo senador Marcos Rogério

Pressionado no Congresso, governo avalia lotear cargos no 2º escalão

Governistas vão tentar evitar que distribuição soe como fisiológica

Pela segunda vez, Gilmar Mendes manda soltar prefeito de Mauá (SP)

Alvo da Operação Trato Feito, deflagrada em maio, o político é acusado de ser beneficiário de um mensalão de R$ 500 mil, supostamente pago por um grupo de nove empresas fornecedoras da administração municipal

Bolsonaro define idades mínimas de 62 e 65 anos na Previdência

Decisão foi tomada após reunião com a equipe econômica, na tarde desta quinta-feira (14)

Envie seu Comentário