Dr. Neidson cobra providências para sanar falta de bolsas de colostomia na saúde pública

Dr. Neidson cobra providências para sanar falta de bolsas de colostomia na saúde pública

Na quarta-feira (8), o deputado Dr. Neidson (PMN) se reuniu com o secretário de Estado da Saúde, Luis Eduardo Maiorquim e o diretor do Hospital de Amor Amazônia, Jean Negreiros para tratar sobre a falta de bolsas de colostomia na rede pública de saúde.

O parlamentar foi informado que um pregão eletrônico já foi realizado e várias empresas vencedoras são de Porto Velho. De acordo com o secretário da Sesau, o recurso já foi homologado e o empenho já estaria pronto para ser entregue às empresas, que deverão disponibilizar parte das bolsas de colostomia.

“A licitação foi feita para contrato de 12 meses e as bolsas serão entregues de quatro em quatro meses. Como o empenho já será repassado nesta sexta-feira (9) esperamos que as bolsas possam ser adquiridas o mais breve possível para sanarmos o problema dos ostomizados”, disse Dr. Neidson.

Na segunda-feira (5), Dr. Neidson foi procurado por pacientes ostomizados que relataram a difícil situação vivida por aqueles que necessitam das bolsas de colostomia e dependem da saúde pública.

De acordo com as denúncias, o governo não estaria distribuindo a quantidade de bolsas suficientes para atender o número de pacientes ostomizados em Rondônia.

“A bolsa é uma necessidade e a maioria dos pacientes faz tratamento no Barretinho e precisa das bolsas por longo período”, ressaltou Dr. Neidson.

Hospital Regional

Dr. Neidson também conversou sobre as obras do Hospital Regional de Guajará-Mirim. Na próxima terça-feira (13), uma reunião com dirigentes da Sesau e representantes da empresa responsável pela obra será realizada para se chegar a um acordo.

“E caso eles entrem em acordo, ele será homologado na Justiça para garantir que a empresa retome a construção. Ao que tudo indica, a empresa está com toda a intenção de voltar à obra, inclusive, fui informado de que o forro do hospital já está a caminho”, revelou o deputado.

Dr. Neidson encaminhou R$ 700 mil de emenda parlamentar para o retorno da obra e, segundo ele, o recurso já está disponível.

O parlamentar ainda conversou sobre o Hospital de Base Ary Pinheiro, em Porto Velho e questionou se o procedimento de litotripsia percutânea já estaria acontecendo.  A técnica cirúrgica é utilizada para o tratamento da redução de cálculos, podendo ser aplicada em casos de cálculos biliares, renais e das vias urinárias, como também vesiculares.

“Essa foi uma cobrança minha, inclusive destinei emenda de R$ 100 mil para a compra de um fibroscópio que é utilizado nesses procedimentos. Fui informado que o aparelho já foi adquirido e o serviço de litotripsia já está sendo realizado”, informou o deputado.

Dr. Neidson também encaminhou mais R$ 100 mil de emenda para a aquisição de um endoscópio, aparelho utilizado em cirurgia geral. O equipamento também já foi adquirido, segundo a Sesau.

Ainda sobre o HB, o parlamentar disse que se reunirá com a equipe de urologia do hospital para saber que tipo de ajuda ele poderá oferecer à Sesau e dessa forma, garantir que o governo possa dar continuidade ao serviço em 2019.

Fonte: Juliana Martins
Publicada em 09 de novembro de 2018 às 15:59

 

Leia Também

Presidente propõe Voto de Louvor ao HCR de Ji-Paraná

Laerte Gomes destaca serviço de excelência oferecido pelo Hospital Cândido Rondon.

Adailton Furia apresenta projeto de Lei que normatiza manutenção de brinquedos em playgrounds e escolas

Equipamentos deverão passar por manutenção preventiva no mês de julho

Assembleia realiza Sessão Solene para entrega de voto de Louvor ao projeto Açaí com Libras

Solenidade de homenagem foi proposta pelo deputado Dr. Neidson

Adelino Follador participa das discussões do PPA em Ariquemes

Série de reuniões ajuda na construção do Plano Plurianual do Estado

Envie seu Comentário