Suspeito é preso quando iria vender pistola na zona sul

Suspeito é preso quando iria vender pistola na zona sul

Rafael Alves de Souza, 27 anos, foi preso durante a noite de quinta-feira (08), pelo crime de porte ilegal de arma de fogo ao ser flagrado portando uma pistola calibre 9mm sem carregador na frente de uma vila de apartamentos localizada na Rua Magno Assolino, bairro Cidade Nova, zona sul de Porto Velho.

Segundo informações dos Policiais da Força Tática do 5° batalhão, eles estavam fazendo patrulhamento de rotina pela região, momento que avistaram o elemento em atirude suspeita e o mesmo quando viu a guarnição, entrou na Vila rapidamente sendo notado que ele jogou algo para dentro de um dos apartamentos. Questionado sobre o objetos que ele se desfez ele disse que era apenas o celular, mais começou entrar em contradições e confessou que se tratava de uma pistola.

Indagado sobre a procedência da arma, ele contou que adquiriu a pistola a cerca de nove meses e que nunca usou que estava esperando um indivíduo que ele não soube identificar para vender pelo valor de R$: 3.500. Diante dos fatos ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para central de flagrantes onde foi feito o registro de porte ilegal de arma de fogo.

Fonte: Via Rondonia
Publicada em 09 de novembro de 2018 às 08:30

 

Leia Também

Salgado do Exército Brasileiro sofre tentativa de roubo reage e é baleado

A vítima pensando que a arma fosse de brinquedo entrou em luta corporal

Motorista faz contorno  de forma proibida e causa acidente com moto

No final da tarde desta segunda-feira (19), a Polícia Militar do trânsito registrou um acidente de trânsito envolvendo um carro e uma motocicleta deixando uma mulher lesionada

Facção do Rio Grande do Norte invade o Ceará para matar membros do PCC em Limoeiro do Norte

Criminosos do Sindicato do Crime, facção do RN, atacou a cidade de Limoeiro, na madrugada de ontem

“Não tenho mais amigos”, diz criança estuprada em presídio do Ceará 1 mês após o crime

A garota diz que está isolada de outras crianças, tanto da rua onde mora quanto da escola. O estupro aconteceu quando a menina visitava o pai, na CPPL 5

Envie seu Comentário