Sema realiza monitoramentos do ruído urbano no período noturno

Sema realiza monitoramentos do ruído urbano no período noturno

A Prefeitura de Porto Velho, através da Subsecretária Municipal de Meio Ambiente (Sema), está realizando o monitoramento do ruído urbano da cidade para entender os padrões emitidos nos principais pontos que apresente a relação contínua entre emissores e afetados, como, por exemplo, bares/residências, trânsito/escolas, comércio/hospitais. O objetivo é descobrir quais os níveis de ruído que são encontrados nos 20 pontos pré-determinados para as aferições.

O monitoramento continuado é determinante para comparação dos dados, buscando entender sobre a dinâmica do ruído na região. A última avaliação ocorreu nos dias 28 e 29 de setembro. "Esses dados refletem a construção de ferramentas e mecanismos de controle ambiental, possibilitando uma melhor atuação do poder público na gestão dos ruídos", comentou o subsecretário da Sema, Robson Damasceno.

O monitoramento diz respeito a interação dos bares/residências contidos na Zona I (Zona Central). As equipes estão distribuídas para atender os estabelecimentos com características semelhantes para realizar o comparativo com os dados coletados em 2017, possibilitando uma avaliação sobre a evolução dos níveis.

A expectativa é que em 2019 os pontos de coleta sejam ampliados até que toda a cidade possa ser monitorada. A sondagem teve início em 2011, através de parceria com o Centro Universitário São Lucas.

Fonte: Comdecom
Publicada em 08 de outubro de 2018 às 09:31

 

Leia Também

Através do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública projeto visa combater crimes organizados na região Norte

Governador Marcos Rocha destacou a importância do Centro Norte para a segurança Pública

Pagamento dos servidores públicos do estado de Rondônia será no dia 20

O aquecimento com o pagamento da folha é de aproximadamente R$ 277 milhões

Sepog divulga PIB dos municípios rondoniense em 2017

Porto Velho, Ji-Paraná, Vilhena, Ariquemes, Cacoal, Jaru, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Guajará-Mirim e Ouro Preto do Oeste aparecem como as principais economias dentre os municípios

´´Brasil está no caminho de um futuro tóxico´´diz relator da ONU

Depois de tentar por cinco anos visitar o Brasil, enviado apontou problemas de transparência, legislação e punição para crimes ambientais

Envie seu Comentário