MP oferece denúncia contra ex-Prefeito de Alto Alegre dos Parecis e mais 16 pessoas investigadas na Operação Tanque Cheio

MP oferece denúncia contra ex-Prefeito de Alto Alegre dos Parecis e mais 16 pessoas investigadas na Operação Tanque Cheio

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Santa Luzia do Oeste, ofereceu denúncia contra o ex-Prefeito do Município de Alto Alegre dos Parecis e mais 16 pessoas, entre servidores públicos e particulares, pelos crimes de associação criminosa e peculato. O grupo foi investigado no âmbito da Operação Tanque Cheio, deflagrada pela Polícia Civil, no final de 2016.

De acordo com o Ministério Público, entre os meses de setembro de 2015 e outubro de 2016, os denunciados, em unidade de vontades, se associaram para a prática de crimes contra a Administração Pública do Município de Alto Alegre dos Parecis, de forma reiterada.

Conforme narra a denúncia, subscrita pelo Promotor de Justiça Fernando Henrique Berbert Fontes, o grupo, por diversas vezes, desviou combustível destinado a veículos oficiais pertencentes ao Município de Alto Alegre, abastecendo veículos particulares e galões de combustíveis, mediante inscrição das dívidas em cadastro de vendas a prazo, mantido pelo Município, junto ao estabelecimento comercial ‘Posto Alto Alegre’.

Segundo consta, para fazer os abastecimentos irregulares, particulares e servidores iam ao posto, adquiriam o produto e, no momento de efetuar o pagamento, utilizavam a placa de carros oficiais da Prefeitura e de várias secretarias de Alto Alegre dos Parecis para a aludida inscrição.

Grupo

Entre os denunciados está o ex-Prefeito de Alto Alegre dos Parecis, Obadias Braz Odorico, que, embora tenha tido conhecimento do ilícito, não adotou quaisquer providências para impedir a prática do crime. Conforme consta de depoimentos obtidos durante a investigação, em algumas oportunidades, o então Chefe do Poder Executivo chegou a realizar chamadas telefônicas, por meio das quais determinou que os abastecimentos continuassem a ser efetuados.

Obadias Braz Odorico foi denunciado como incurso nas penas do artigo 288, caput, do Código Penal e artigo 312, caput c.c artigo 327, §2º, também do Código Penal, por diversas vezes.

Além do ex-Prefeito, foram denunciados 12 servidores públicos e quatro particulares.

Fonte: MP
Publicada em 04 de outubro de 2018 às 11:45

 

Leia Também

Em Brasília, Edwilson Negreiros luta por recursos para Porto Velho

Na tarde de quarta-feira, 13, Edwilson foi recebido em audiência pelo senador Marcos Rogério

Pressionado no Congresso, governo avalia lotear cargos no 2º escalão

Governistas vão tentar evitar que distribuição soe como fisiológica

Pela segunda vez, Gilmar Mendes manda soltar prefeito de Mauá (SP)

Alvo da Operação Trato Feito, deflagrada em maio, o político é acusado de ser beneficiário de um mensalão de R$ 500 mil, supostamente pago por um grupo de nove empresas fornecedoras da administração municipal

Bolsonaro define idades mínimas de 62 e 65 anos na Previdência

Decisão foi tomada após reunião com a equipe econômica, na tarde desta quinta-feira (14)

Envie seu Comentário