GARIMPO RIO MADEIRA: 19 pessoas foram presas após ação conjunta em Rondônia

 GARIMPO RIO MADEIRA: 19 pessoas foram presas após ação conjunta em Rondônia

Porto Velho/RO – No último fim de semana (05/10/2019), no bojo da Operação Verde Brasil, uma ação conjunta da Polícia Federal, Exército Brasileiro e Força Nacional de repressão à extração ilegal de minérios, que contou com a participação de cerca de 100 agentes, resultou na prisão de 19 pessoas.

A ação ocorreu no distrito de Jaci-Paraná (município de Porto Velho/RO), distante cerca de 120km do centro da capital, mais precisamente em área de preservação ambiental do rio Madeira. No local foram encontradas diversas embarcações (dragas e balsas) realizando extração ilegal de minério (ouro).

Os responsáveis foram identificados e conduzidos à sede da PF em Porto Velho/RO, onde 19 pessoas foram autuadas em flagrante e, após os procedimentos de praxe, encaminhadas ao sistema prisional estadual.

Os detidos responderão pelos crimes de usurpação de bens da União (art. 2º da Lei 8.176/91) e crimes ambientais (art. 55 e 56 da Lei 9.605/98). Um dos presos responderá também pelo delito de porte ilegal de arma de fogo (art. 14 da Lei 10.826/03).

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia
Publicada em 08 de outubro de 2019 às 10:13

 

Leia Também

PRF prende motorista embrigada após tentar fuga durante fiscalização

Durante a tentativa de fuga, o homem dirigiu de forma perigosa e chegou a bater o carro, que pertencia a um amigo

Mulher permitia que filha de 11 anos fosse estuprada pelo padrasto

A mãe da criança é deficiente visual, mas era conivente com os abusos, segundo a polícia. O padrasto das crianças chegava em casa bêbado

PRF prende foragido por estupro de vulnerável em Ariquemes

O indivíduo, que era procurado pelo Poder Judiciário de Buritis (RO) por abusar de uma jovem de 13 anos, trafegava na BR-364 em uma motocicleta

PRF prende 4 goianos por uso de documento falso e associação criminosa em Vilhena

Dentro do carro ocupado pelos homens, os policiais encontraram diversas provas de que o grupo cometia vários golpes na capital rondoniense

Envie seu Comentário